sexta-feira, 26 de junho de 2009

O comedor de urtigas

Eu já fui um comedor de urtigas.
Não propriamente das folhas de urtiga,
que provocam a dor, aquele rascar na alma,
mas de flores de urtiga, as sublimes.

As flores de urtiga são deliciosas.
Ou eram, mas todo passado é presente.

As flores de urtiga são rosadas
e sabê-las tão perto da dor, que prazer!
Eu era criança, mas juro que era um prazer sexual.

A memória das urtigas na língua leva ao êxtase,
outro nome do orgasmo.

4 comentários:

  1. Um ar de dentro da terra. É uma filia por húmus. E Gregório é nome de papa...

    ResponderExcluir
  2. Também gostei desse Gregório...Vou conhecê-lo melhor...

    ResponderExcluir

Visualizações de páginas da semana passada